20101019

Costura

teci em meus lençóis os nossos sussurros
em meus travesseiros está inscrito o nosso suor
dele escorre a febre dos nossos corpos nus
e dos sussurros se esvaem arranhões
estes tão pérfidos quanto as gritadas heresias
estas tão imaculadas quanto o nosso desejo.
teci em meu peito o nosso amor
inscrevi a nossa doce melodia na pauta da vida
e dela escorre a mais pura vontade de tecer
as mais lindas abstratas coloridas roupas
para simplesmente vê-las no chão.