20100823

Luz


O brilho da luz muito diz respeito ao que me nutre.
É ele que sacia o que me enduvida,
é ele que corrói o que me entreva,
é ele que desperta o que me oculta.
Agora sou lúcida, clara, esclarecida.
O brilho da luz me emergiu da sua própria ausência.

20100816

O meu amor

Qual?

qual é a sensatez a ser seguida?
qual a tez eu devo selar com meus beijos?
qual é a ponte a ser erguida?
qual o caminho que eu devo por meus pés?
qual é a verdade a ser jogada?
qual a mentira que eu devo escarrar por meu nariz?
qual é a pergunta a ser feita?
qual a resposta que eu devo dar aos meus olhos?

20100815

Procura

quem procura acha quem procura acha quem
procura acha quem acha procura mais e mais
e mais ai se se pudesse achar assim que se co
meçasse a procurar a busca pelo achado da pr
ocura por quem acha quem procura acha quem
procura acha quem acha procura mais e mais e
mais e mais ai se se pudesse procurar sempre p
ara que sempre se pudesse achar o procurado!


20100809

Se

20100802

Flores


Não te preocupes, amor,
com as flores que dei a ti.
Um dia, sim, elas perderão
o brilho do perfume tal como
a beleza nas pétalas.
Nosso amor, como as flores,
pode, um dia, perder o viço.
Mas preocupa-te, apenas, em
viver a eternidade da
efêmera riqueza das flores.

20100801

Perdendo dentes