20090114

MUZZLE

I fear that i am ordinary, just like everyone
To lie here and die among the sorrows
Adrift among the days

For everything i ever said
And everything i've ever done is gone and dead

As all things must surely have to end
And great loves will one day have to part
I know that i am meant for this world

My life has been extraordinary
Blessed and cursed and won

Time heals but i'm forever broken
By and by the way...

[...]

As all things must surely have to end
And great loves will one day have to part
I know that i am meant for this world

And in my mind as i was floating
Far above the clouds
Some children laughed i'd fall for certain
For thinking that i'd last forever

But i knew exactly where i was
And i knew the meaning of it all
And i knew the distance to the sun
And i knew the echo that is love
And i knew the secrets in your spires
And i knew the emptiness of youth
And i knew the solitude of heart
And i knew the murmurs of the soul

And the world is drawn into your hands
And the world is etched upon your heart
And the world so hard to understand
Is the world your can't live without

And i knew the silence of the world...


(b. corgan)

20090110

ch-ch-ch-ch-changes

já vi isso acontecer com muuuuuita gente: a única certeza da minha vida até o fim de 2008 era fazer vestibular pra música. estudar licenciatura e ser professora de música. disse isso até em programa de televisão (depois eu falo disso, argh). agora, por influência da minha professora que não me acha capaz de fazer uma boa prova prática daqui pro fim do ano, decidi estudar história. sempre foi a minha terceira opção, sendo a segunda psicologia. mas como eu tenho estado meio bitolada em século xvii/xviii na europa, faz mais sentido inverter as posições de preferências. então, vamos à luta.

20090102

insônia



eu tenho insônia. eu a venho tendo desde meados de 2007. quando estou em aulas, a insônia me atrapalha bastante, mas a adoro nas férias. ontem eu consegui dormir às onze da noite, o que eu considerei um avanço. mas acordei às três da manhã. como não podia fazer nada, fiquei assistindo televisão com a esperança de dar um soninho qualquer. dando cinco horas, resolvi me levantar e ficar vendo o dia nascer. fiquei olhando o crepúsculo matinal e as estrelas sumirem pouco a pouco. e aquele cheiro úmido no ar (deve haver algum nome pra isso) se juntou a esses dois fatores e fez um amanhecer perfeito. parece até um crime perder essa visão todas as manhãs. nunca fiquei tão feliz em ter insônia!


20090101

louca demais



sempre quis ser a garota louca de alguém. quem sabe 2009?
feliz ano novo!